CoLab Sessions

Do you feel that your course is too theoretical? Are you curious about the Bioengineering field? Want to get to work? Then CoLab Sessions is ideal for you!

The CoLab Sessions are research internships that take place in multiple investigation laboratories during a semester, so that students get in touch with scientific research being developed in the bioengineering field.

The CoLabs begin with a visit to the laboratory. Such visits provide insight to the students regarding the multiple projects that they may accompany and work in.

Are you worried about the time commitment that starting a project might have? There is no reason to, as these projects have flexible schedules and deadlines and aren’t too time consuming. In fact, most of our students say they worked on it 4 to 6 hours per week. However, if the students are interested and want to make a bigger commitment, they can do so (around 2 mornings/ afternoons per week).

In previous editions, we have worked with laboratories from different institutes such as iBB, ISR, iMM, INESC, IBEB, ITQB and FCT. The feedback is extremely positive, both from the students and the researchers they collaborated with.

Are you curious? Want to learn more about the next applications? Learn the latest news and information about our projects on our Facebook and Instagram.

If you have any doubt contact us: colab@ieee-ist.org.

Instituto de Sistemas e Robótica

[spu popup="4138"]

[/spu]

Institute for Biotechnology and Bioengineering

[spu popup="4146"]

[/spu]



INESC Microsistemas e Nanotecnologias


[spu popup="4147"]

[/spu]



Instituto de Telecomunicações


[spu popup="4152"]

[/spu]

INSTITUTO DE BIOFÍSICA E ENGENHARIA BIOMÉDICA

[spu popup="4151"]

[/spu]

Instituto de Medicina Molecular


[spu popup="4153"]

[/spu]

Testemunhos das Edições Anteriores

“O tema do estágio foi super interessante, e foi uma grande oportunidade poder adquirir novos conhecimentos, principalmente numa área tão relevante nos dias de hoje. Este foi sem dúvida um ótimo investimento para mim e para a minha vida académica.”
“Ocupou cerca de 2 a 3 horas semanais presencialmente e diria que cerca de 1 a 2 horas semanais de trabalho em casa. Os horários foram sempre bastante flexíveis e tendo em conta a nossa disponibilidade e carga de trabalho referente às aulas.”
Carolina Barata, MEBiom, 4º ano
Participante no projecto “Learning to detect basic 3D shapes from images”
“A relação [com o responsável do projecto/PhD] foi excelente! Todo o pessoal que me acolheu foi super acessível. Estavam sempre prontos a apoiar-me e fazer-me sentir bem-vindo. O interesse e o gosto pelo que fazem é palpável, e o ambiente naquele grupo é fantástico.”
“Os horários corresponderam ao que esperava. Em termos de trabalho presencial (no laboratório) eram essencialmente duas manhãs de cerca de 3 horas de trabalho. O trabalho fora dos laboratórios nunca foi exigente, e sempre me deixaram trabalhar ao meu ritmo.”
[spu popup="2968"]
[/spu]
Carlos Clara, MEBiol, 3º ano
Participante no projecto “Assessing the in-vitro motility of bacterial symbionts from gorgonian corals”

“Consegui explorar um tema que me há muito me tinha fascinado. Aprendi diferentes métodos laboratoriais que creio que me poderão vir a ser úteis.”
Ana Sofia Amorim, MEBiol, 3º ano
Participante no projecto “Behaviour, Neuroscience, Regeneration”
“Através deste projeto também consegui perceber que esta é realmente uma área que gosto e quero investir no futuro (como, por exemplo, na tese de mestrado).”
[spu popup="2970"]
[/spu]
Isabel Doutor, MEBiol, 4º ano
Participante no projecto “Bioengineering Strategies for Pluripotent Stem Cell Expansion and Differentiation”
“Foi tudo de acordo com o planeado, de duas sessões de 4h por semana. Conseguimos sempre combinar datas para cumprir o plano.”
Rafael Alves, MEBiol, 3º ano
Participante no projecto “Uso de ferramentas de bioinformática para compreender a biologia de agentes infeciosos”
"Gostei bastante porque me permitiu contactar pela primeira vez de tão perto com um ambiente de investigação, o que me poderá ajudar a decidir um percurso de carreira."
Margarida Uva, MEBiol, 3º ano
Participante no projecto “Neuronal Communication & Synaptopathies”
[spu popup=”2749″]
[/spu]
Joana Monteiro, MEBiom, 2º ano
Participante no projecto “IMM - High resolution 3D modeling of cells (using software for image analysis)”

FAQ dos CoLabs

Aqui conseguem encontrar as respostas para algumas das perguntas que nos têm sido feitas. Qualquer questão que tenham não hesitem em contactar-nos através de embs.colab@ieee-ist.org

Claro que podes. Temos vários projetos que se enquadram em diversas áreas, desde a bioengenharia à área de eletrotécnica e informática, por isso qualquer pessoa com interesse nessas áreas pode-se candidatar.

As durações do estágio e os horários recomendados são isso mesmo, recomendações/guidelines. É suposto serem flexíveis sendo que vão ser negociados a partir do momento que o investigador vos escolher. Não se preocupem que todos os investigadores sabem que vocês são alunos e que, claro, precisam de ter tempo para estudar e ter bons resultados.

Claro que podes! Os CoLabs surgiram de forma a permitir que as pessoas que querem aprender coisas novas tenham a oportunidade de o fazer. Se não tens experiência esta é uma óptima maneira de começares a ter e vais ser sempre acompanhado pela organização e pelo laboratório. Por isso, de que estás à espera?!

Sim. As sessões estão organizadas de maneira a minimizar a interrupção do trabalho nos laboratórios que vos recebem sendo extremamente importante que estejam lá a horas. Estas sessões foram organizadas de forma a vocês terem uma apresentação do projeto que poderão a vir executar e começarem a conhecer as pessoas com as quais poderão vir a trabalhar.

Não é de todo! Apenas precisas de disponibilizar 5 horas semanais para poderes trabalhar no estágio. De qualquer forma, os horários são extremamente flexíveis e caso estejas mais apertado com o estudo numa certa semana basta falares com o investigador responsável para chegarem a um acordo.